terça-feira, 31 de maio de 2016

Quem conhece o StubHub?

A próxima temporada da NBA – 2017/18 – trará uma novidade que deve contribuir para melhorar ainda mais o nível da competição: a permissão para que as equipes tenham na camisa a marca de um patrocinador.
Um pleito antigo das franquias, que rendeu inclusive um artigo nesse blog em abril de 2012 - http://halfen-mktsport.blogspot.com.br/2012/04/patrocinio-nas-camisas-nba.html
Apesar de já terem se passado mais de quatro anos, o teor do texto ajuda a entender a razão pela qual havia resistência â criação dessa nova modalidade de patrocínio. 
O espaço de 6,35 cm x 6,35 cm, ainda que pequeno quando comparado com o que ocorre com as camisas dos times de futebol - onde o patrocinador ocupa uma área maior do que o escudo/marca da equipe –, irá proporcionar uma receita adicional de cerca de US$ 100 milhões anuais às equipes e certamente será uma propriedade de grande atratividade.
A primeira franquia a celebrar um contrato nesses moldes foi a do Philadelphia 76ers, que fechou por três anos com a StubHub.

StubHub é um site de vendas de ingressos - não só para esportes como para concertos, peças teatrais e outros eventos de entretenimento - que se difere dos tradicionais sistemas de comércio de tickets pelo fato de ser um mercado secundário, ou seja, reúne pessoas que compraram ingressos para algum evento e querem revendê-los e pessoas que desejam ir ao espetáculo, mas que não conseguiram comprar nos canais oficiais.
A grosso modo, poderíamos defini-lo como uma espécie de cambista oficial, característica que inclusive já rendeu alguns problemas para a marca.
O modelo de remuneração do StubHub consiste no comissionamento sobre a transação, no qual recebe do comprador 10% do valor (mínimo de US$ 5 por transação), mais uma taxa de envio e manuseio, cujo valor mínimo é US$ 4,95, sendo facultada a possibilidade de receber o ingresso por e-mail ou em algum escritório de serviços.
Além da exposição da marca no uniforme, o StubHub será o site para onde serão direcionados todos os que desejarem adquirir ingressos, inclusive primários, dos jogos do Philadelphia 76ers.

Como podemos constatar trata-se de um modelo de negócios bastante interessante, visto que a StubHub pode comercializar qualquer evento sem a necessidade de fazer contrato com os produtores, além das vantagens peculiares desse mercado, como não trabalhar com estoque - o que a isenta da necessidade de capital de giro para compra de mercadorias e custos de armazenamento - e repassar as despesas de distribuição.

Analisando mais detalhadamente o comportamento do mercado em geral, é possível perceber que dentre as marcas que mais têm se destacado na atualidade estão aquelas que, através de aplicativos, unem compradores e vendedores de serviços de forma que os custos sejam menores graças a redução de taxas, licenças e demais aspectos burocráticos. 
O Uber (aplicativo de transporte privado) e o Airbnb (serviço online para acomodações) são bons exemplos disso e, guardadas as devidas proporções, o próprio SutbHub pode ser encaixado nessa categoria.
É bom que se ressalte, que as três empresas citadas têm saido bastante atacadas pelos concorrentes tradicionais, o que a faz buscarem a “opinião pública” como aliada de suas causas. 
Como parte dessa estratégia, estão associando suas marcas ao esporte - atividade com excelente aceitação e princípios nobres -, através de patrocínios criativos e inteligentes, onde conseguem incluir a utilização dos seus serviços no contexto das atividades patrocinadas.

Em resumo, muito mais do que exposição, o patrocínio deve buscar associação.



2 comentários:

  1. Idel, excelente artigo. Eu sou usuario do Stubhub e funciona muito bem, principalmente quando voce quer comprar ingressos de ultima hora. Dependendo da demanda do evento, normalmente sai mais barato porque os vendedores sao normalmente os poratdores de ingresso pra toda a temporada. Grande abraco, Mauricio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maurício
      Muito obrigado pelo comentário e pelo testemunho.
      Forte abraço
      IH

      Excluir